BitDefender dá cinco dicas para a proteção contra roubo de imagens em redes sociais

August 2009


Furto de imagens é o alvo preferido dos cybers-criminosos

A BitDefender, uma das líderes em software antivírus e soluções de segurança de dados, oferece aos usuários cinco dicas para se protegerem contra roubo de dados e identidade em redes sociais e aplicativos da Web 2.0.

Atualmente, as redes sociais já não são apenas plataformas onde é possível compartilhar noticias com amigos e família, mas também é o local ideal para roubo de informações valiosas em contas de usuários. Fotos e cartões postais eletrônicos passaram a ser o alvo preferido dos ladrões eletrônicos, que as utilizam para fins comerciais ou esquemas fraudulentos.

O Facebook®, por exemplo, reúne um número de usuários que quase iguala a população dos EUA, e metade deles entram diariamente na rede. Mesmo assim é uma das redes sociais mais criticadas por sua frouxa política de privacidade. Isso abre portas para exploração irrestrita e impune de identidade visual, como já aconteceu com usuários da Galeria de Fotos do Facebook®.

Para preservar sua imagem e proteger sua identidade visual, siga as cinco dicas abaixo:

#1 Evite fazer o upload de fotos – Embora uma imagem valha do que mil palavras, se não for realmente necessário não a publique. Esta é provavelmente a maneira mais simples de se evitar roubos de imagem.

#2 Verifique as opções de privacidade – O Facebook® e outras redes sociais oferecem várias opções para restringir o acesso aos conteúdos publicados. É possível escolher se os dados e imagens serão públicos ou disponíveis somente a um número limitado de pessoas. Além disso, uma boa idéia é não utilizar serviços e opções de terceiros, especialmente aqueles que pedem para revelar as credenciais de login.

#3 Adicionar uma marca d’água – Outro método simples para proteger o conteúdo visual é inserir uma marca d’água (digital) visível com seu nome ou logotipo. Embora altere a imagem, esta prática irá desencorajar qualquer um que quiser roubar e usar as fotografias para uma finalidade diferente. Aplicações de edição profissional de imagem incluem essa opção, mas também existem outros programas freeware que possuem capacidades semelhantes e podem ser encontrados facilmente na internet.

#4 Utilize imagens com baixa qualidade e tamanho reduzido – Mantenha as imagens com uma resolução de 72 dpi e se possível não ultrapassar o tamanho de 640 x 480 pixels (como na imagem acima), com isso a imagem será reconhecida e a identidade visual ficará intacta.

#5 Tente não postar uma imagem individual – Fotografias individuais, tanto de adultos como de crianças, tem mais chances de serem roubadas, para fins criminosos, do que fotografias com amigos família, natureza ou conjuntos que são difíceis de serem removidos da imagem.




Share This ON: